fbpx

Arduino e Módulo Relé Para Acionamento de Cargas Elétricas

Neste texto descreverei como utilizar e conectar o módulo relé com a placa Arduino para acionar cargas elétricas, como por exemplo, um ventilador ou uma lâmpada.

O Que é Um Relé

Um relé ou relê (os dois termos são corretos, apesar de relê ser menos frequente) é um interruptor eletromecânico, ou seja, possui partes elétricas e partes mecânicas móveis. É utilizado como dispositivo de manobra, para ligar ou desligar circuitos ou equipamentos elétricos.

Basicamente o relé é formado por uma bobina e seus contatos elétricos. A bobina quando percorrida por uma corrente elétrica, dá origem a um campo magnético que atrai os contatos do relé, fazendo com que eles mudem de posição, desta forma abrindo ou fechando o circuito elétrico conectado a eles. A Figura 1 apresenta as partes constituintes de um relé.

Figura 1 – Construção interna de um relé.
Apesar de simples, os relés tem inúmeras aplicações tanto em contexto industrial quanto residencial. Para utilizar um relé é necessário ainda um circuito para acionar a bobina do relé, isso significa que uma saída digital do Arduino por exemplo, não possui capacidade, ou melhor, não fornece energia o suficiente para esta tarefa e é necessário um circuito a parte.

O Módulo Relé

Os módulos e kit’s no geral são ferramentas didáticas e de prototipagem muito úteis aos entusiastas, hobbystas e interessados no mundo da eletrônica, robótica e programação. Auxiliam de forma espetacular nos testes de muitas ideias, pois são intercambiáveis e de fácil aquisição a um ótimo custo-benefício.

O módulo relé, possui integrado todo circuito necessário para acionar a bobina sem causar danos as portas do microcontrolador. Isso porque, o módulo utiliza alimentação provida do Arduino para acionar a bobina e ainda possui proteção contra a sobre-tensão que a bobina do relé induz.
A Figura 2 a seguir apresenta o circuito básico para acionar o relé, geralmente este é o circuito empregado em muitos módulos.
Figura 2 – Esquema básico para acionar um relé.

O circuito aparentemente é simples, e os módulos relés integram todo circuito mostrado acima. Sendo assim, optar por adquirir um módulo relé pronto para testes de protótipos é a melhor opção.

Conectando o Arduino Com o Módulo Relé

Neste exemplo, vamos acionar uma lâmpada incandescente com o módulo relé comercializado na loja Silvatrônics. O circuito a ser implementado é apresentado na Figura 3 a seguir.

Figura 3 – Esquema de conexão entre Arduino e módulo relé.

O circuito apresentado acima, indica também todas as ligações elétricas que devem ser feitas para este exemplo. A Figura 4 a seguir apresenta um esquema mais próximo da realidade para conectar a lâmpada, o módulo e o Arduino.

Figura 4 – Esquema de conexão entre Arduino, módulo relé e lâmpada.

O programa para acionar o módulo, é relativamente simples, e possui muitas aplicações. A seguir, podemos conferir o programa que foi elaborado para utilizar o módulo relé com um botão para comandar o acionamento da lâmpada.

Facilmente modificável, o programa acima pode ser utilizado em outras situações. Mas, muita atenção, compreenda o funcionamento do programa e todas as etapas para não ficar quebrando a cabeça atoa.

Seguindo o esquema apresentado na Figura 3, montei o circuito com o botão em protoboard, o resultado final é apresentado na Figura 5 e 6 a seguir.

Figura 5 – Montagem realizada.
Figura 6 – Montagem realizada.

Lembre-se de isolar as conexões elétricas, evitando um possível curto-circuito e até mesmo acidentes mais graves (segurança em primeiro lugar!).

Fiz um pequeno vídeo apresentando o funcionamento do Arduino conectado com módulo relé.

 

Note pelo vídeo que o módulo funciona muito bem para acionar cargas elétricas. Poderíamos ter acionado um motor de ventilador sem nenhum problema.

Este texto é um exemplo de aplicação do módulo relé, espero que possa ter sido muito útil à todos os leitores do blog. O módulo pode ser utilizado para acionar das mais diferentes cargas e é muito recomendado em aplicações de automação residencial.

Em caso de dúvidas, sugestões ou críticas deixe um comentário.

Obrigado pela leitura e até o próximo texto!

Você também pode gostar

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *